Social Icons


quarta-feira, 27 de março de 2013

SKETCHZÃO !!!

Uma vez me perguntaram "se você tivesse o orçamento que quisesse,atriz e atores que quisesse e toda produção técnica, que filme você produziria?" hoje eu responderia; um gore lésbico entre Gisele Ferran e Ljana Carrion!

Eternas musas do Underground ♥

HAHAHAHAHAHHAHA......


sexta-feira, 22 de março de 2013

RESENHA: PASSA OU REPASSA !!!!



Senhores, a resenha sobre esse programa de TV pode se dizer que rendeu varias horas de entretenimento para esse que vos escreve. Fitas em VHS e DVD’s reunindo gravações do programa,seja por não ter um horário compatível com o horário exibido (então que surgia a necessidade de programar para gravar e assistir posteriormente) quanto pelo fato de colecionar.
O “Passa ou Repassa” é um programa no estilo game-show que Silvio Santos importou do canal Nickelodeon em seu formato original com o titulo de “Double Dare”.Porém o programa teve sucesso em sua versão apresentada por Gugu Liberato,quando incluiu um dos quadros mais memoráveis do programa que é o “Torta na cara”.
O sucesso do programa foi tanto que chegou a ter versão de jogo em tabuleiro ( cena referência em “O Designer do ano”).
O programa consistia em ; perguntas e respostas, se uma turma não sabia a resposta passava, a outra repassava e por fim a equipe tinha que pagar uma prova (que na maioria das vezes iria sujar o participante).
Além de divertido o programa é um registro épico dos anos 90,seja por sua estética fortemente colorida e design de cenários muito bem elaborados,quanto para sua trilha sonora que é pura nostalgia!
A Angélica chegou apresentar por algum tempo,mas logo em seguida Celso Portiolli entrou no comando do programa, começou sisudo e até de maneira como Gugu Liberato,mas depois se rendeu a descontração e se submeteu á participar das brincadeiras e levar tortada na cara.
Reza a lenda que na época do Gugu, as tortas eram encomendadas em uma confeitaria próxima ao SBT,algo relacionado a Vila Guilherme ou coisa do tipo.Durante as exibições do Passa ou Repassa houve os períodos em que os convidados eram artistas e outros eram escolas disputando contra outras escolas.
A boa noticia é que Celso Portiolli anunciou um dia desses no “Agora é Tarde” do Danilo Gentili que o programa está previsto á voltar na grade do SBT aos domingos,embutido em seu programa “Domingo Legal” (será que em breve a banheira do Guguvolta?)  

RESENHA: THE RASPBERRY REICH / THE REVOLUTION IS MY BOYFRIEND




Tudo começou quando eu vi em uma pagina do facebook um evento que ocorreu no dia 06 (de março), o Filmaralho (organizado pela Geni) que foi uma exibição de um filme do Bruce La Bruce (o filme referente á esta resenha), até então eu não conhecia nada, pois bem!
Vou tentar evitar falar detalhes do filme, pois a intenção é despertar seu interesse e buscar pelo filme para assistir.
O filme conta com uma exploração de cenas pornográficas (principalmente cenas homossexuais). Trata-se de uma critica á sociedade de que a revolução tem de começar pelo sexualismo, então que surge a Revolução Sexual.
Com uma fotografia ultra empolgante edição fantástica e trilha sonora que não fica a desejar, Bruce La Bruce conduz ao que parece ser seu estilo de vídeos uma história completamente underground.
Por enquanto não vi nenhuma distribuidora do Brasil com esse titulo em catalogo, mas caso nenhuma distribuidora se disponibilize em trazer o titulo no gênero de comédia, fica a dica para as distribuidoras do entretenimento adulto (pornográfico) gay distribuir.
Em aspectos de critica social que abusa de cenas eróticas, o filme fez com que me lembrasse de “Arrombada: vou mijar na porra do seu tumulo” que já teve sua resenha aqui no blog.

Imagem do evento Filmaralho (créditos á Geni):


NOVIDADES !!! FESTA DURO!!!

Aos Bukkakeros de plantão a música que não pode faltar na sua festinha com os amiguinhos:



E também toda a expectativa para a festinha:

Divulgação da Revista PUNK !


 Texto enviado por Adriano Souza: 

QUEM SOMOS NÓS? Uma revista em quadrinhos independente, feita por um bando de bastardos esforçados e talentosos pra caralho, não temos grana no bolso, mas muita idéia na cabeça.

COMO FUNCIONAMOS? Cada edição terá seis HQs, cada uma com um estilo e tema diferente, todas escritas por um só roteirista, mas desenhada por um artista diferente.

O lançamento da edição 01 será 21 de junho de 2013, a melhor forma de adquirir uma edição impressa será através da internet ou dos pontos de venda através do país e em feiras e eventos.

segunda-feira, 18 de março de 2013

"Não quero a palheta"

Um curta levado a sério pela produção da Bukkake e que agardecemos imensamente a Sebo Sapiente por ter deixado rodar cenas lá.

Sinopse:

O curta experimental traz a história de um jovem que assim como muitos em sua idade tem o hábito de ouvir música como hobby, e aproveitar seu tempo ouvindo música,porém chega a sua crise de juventude onde ele passa ter a vontade de possuir uma guitarra,tal como seus ídolos possuem,reflexão egoísta nada proveitosa que conta com cenas pós crédito.
.
Link Youtube: http://youtu.be/oSBr5EcLIEE
Link Vimeo:http://vimeo.com/62102037





Assistir online:

Untitled from Matheus Souza on Vimeo.

domingo, 17 de março de 2013

GISELE FERRAN: A MUSA DO UNDERGROUND

Entre as diversas musas, eis que temos a beldade Gisele Ferran, como singela homenagem eu fiz um desenho rapido de uma de suas cenas no Frebby Dreck Ballet do Gurcius Gewdner (PARABÉNS, PA-RA-BENS).



 
Você pode conferir um teaser do curta de Gurcius abaixo:


Veja mais imagens e leia sobre a Gisele em um blog sinistrão,com ótimo conteúdo, escrito por César Coffin Souza (outro mito do underground nacional):

http://shedemonszine.blogspot.com.br/2012/12/a-doce-musa-gore-gisele-ferran.html?zx=f9509b30a2552a64

sábado, 16 de março de 2013

terça-feira, 12 de março de 2013

O ataque dos tomates assassinos






"O Ataque dos tomates assassinos” é certamente um dos melhores títulos da historia do cinema, ele consegue resumir totalmente o filme de forma simples e direta, você lê ele e já sabe o que esperar, um bando de tomates assassinos atacando alguém. Nada de tramas existenciais, nada de cenas que te fazem entender nada, mas precisa falar que gostou para não sair feio na roda de amigos cinéfilos cult, apenas um bando de tomates assassinos.

Tente falar esse nome sem cair na risada pela sua tamanha estupidez épica ou cair na real que é na verdade um atentado de bom gosto que apenas mentes loucas os bastante por filmes ruins podem entender.
As pessoas parecem gostar de filmes sobre pequenos seres que acabam matando um monte de gente, como aquele monte de filmes sobre ratos. Céus! Um homem adulto é muito maior que um rato, é só chutar o filho da mãe para longe.Mas o pior aqui é que não estamos falando de ratos, mas um ser pequeno também, e pior, não é um animal, é uma fruta.
(sim, tomates são frutas, não vegetais)

“O ataque dos tomates assassinos”, lançado em 1978 e dirigido por John Debello, um dos maiores, melhores e mais famosos filmes trash de todos os tempos, que rendeu uma franquia, desenho animado, e um bando de gente que parou de pedir tomates na pizza ou na salada após ver o filme.
Sabe aquele tipo de filme em que durante uma cena aparece as rodinhas que puxam o tomate gigante que esta prestes a atacar uma mulher?, isso mesmo que estamos falando aqui, e se esse não é o seu tipo de filme, saia logo.

É um longa em que cada cena deveria ser discutida de forma separada, já que é um festival de piadas diferentes a cada minuto.Piadas visuais, piadas sonoras, trocadilhos, números musicais terríveis.

E por falar nisso, é bom citar a maravilhosa trilha sonora, o tema em tom marcial, a canção dos militares, do empresário, o tema de romance do nosso casal (um baixinho barrigudo e uma jornalista das bem feias) e o eterno “amor da puberdade”, única forma  de acabar com a ameaça dos tomates.

Inclusive deixo aqui a abertura pra você curtir essa maravilha e ficar com a musica na sua cabeça o resto da vida



Algumas coisas no filme podem funcionar hoje em dia para o publico do “povão” acostumado com cinema 3D e super produções, outras não, mas hoje em dia tudo esta tão chato que não acredito mais em nada .O que realmente é uma pena, assistido do jeito certo, e por favor, não pensando que é um puta filme de terror assustador, Ataque dos tomates assassinos é uma comedia engraçadíssima.

Mesmo com o humor pastelão e bobo, que muitas vezes chega a ser ingênuo, ainda sobra criticas a mídia, propaganda e política. Afinal, num mundo em que a maior ameaça são frutas assassinas, nada melhor que chutar o pau da barraca.

E por favor, antes, durante e depois que ver o filme,não leve NADA a sério, isso é puro e simples 
entretenimento, cinema para divertir e te fazer rir feito bobo.Não de uma de chato falando, “mimimi a cena não tinha noção”, “mimimi tomates atacando pessoas é algo ridículo”, isso mesmo!, é ridículo, é feito para ser ridículo, os atores sabiam disso, o diretor, os produtores, ate os tomates  que participavam do filme sabiam disso, então cale a boca e assista







P.S: Ola galera, meu nome é Lucas e estarei colaborando agora no blog com textos sobre filmes B em geral, espero que gostem e comentem, e não deixem de ver minha pagina no face: http://www.facebook.com/pages/B-Zone/317825068319216
Obrigado


As tentativas seguidas de uma review

Senhores, a Bukkake Filmes teve seus curtas analisados e serviu de review para o blog do Review do Maluco, deêm uma lida no texto que escreveram sobre os nossos curtas e veja se concorda (somos campeões de tosquice segundo a resenha do blog...rsrsrsrs)
Ainda tem mais resenhas de outros filmes b no blog:

Link: http://reviewmaluco.blogspot.com.br/2013/03/bukkake-filmes.html

Ahh e também fiz (e pretendo continuar) com alguns videos de 1 minuto;

segunda-feira, 4 de março de 2013

O Agente Anti Arte Contra os Pseudos Cult Underground

Agora vos apresento o filme paródia da Bukkake Filmes,uma sátira de "Os Penetras" uma comédia nacional que pode te matar (não de rir e sim de desgosto).

Sinopse: 
 

O filme é uma sátira de filmes de comédias nacionais, passando longe de ser uma produção aceitável, esse filme independente mostra a história de um designer que frustrado com seus trabalhos resolve entrar de penetra em uma festa do barulho com seu amigo, onde vão arranjar altas confusões! Um filme para toda família, inclusive o seu primo drogado. Considerado um filme Cult por iluministas e banido do Terceiro Reich, “O Agente Anti Arte Contra os Pseudos Cult Underground” é genial e nada original.  


Assistir Online:



O Agente Anti Arte Contra os Pseudos Cult Underground from Matheus Souza on Vimeo.

A NOITE DO CHUPACABRAS: O FILME QUE PETTER BAIESTORF ROUBOU!!!




O filme “A noite do Chupacabras” é uma produção independente, dirigida (e muito bem por) Rodrigo Aragão (quem faz uma participação especial no filme). Dos filmes independentes esse é um dos casos que teve o orçamento numa quantia maior, cerca de 200 mil reais.
Explorando um ambiente semelhante ao de “Mangue Negro” que também é de Rodrigo, o filme conta a história de um personagem popularmente conhecido, porém não visto em um filme. O chupacabra! Não que tenha alguma origem do bicho, mas a história mostra uma caçada ao chupacabra, uma vez que ele se torna um problema para as duas famílias que vive em conflito.
Joel Caetano da Recurso Zero Produções deveria ser o personagem principal, afinal de contas mesmo que o filme seja sobre o monstro, inicia-se com a história do personagem em ambiente com sua família, porém Petter Baiestorf roubou a cena, e devidos eu carisma conseguiu se destacar de maneira incrível como “anti-herói”.
O roteiro ficou bem cuidado para não parecer artificial demais as falas, um exemplo é que se o personagem de Petter tem que falar “Oi, bom dia”, ele pronuncia “Oi caralho, hehehe, bom dia seus puto hehehehehe!”.
Em alguns pontos percebe-se um pouco de descuido com o roteiro onde a história passa ficar estática demais, mas logo é surpreendido por alguma cena extremamente sanguinária e muito bem feita, a maquiagem também foi feita por conta do diretor que tem bastante conhecimento na área.

Outro personagem que se destaca bastante e não pode passar despercebido é o louco do saco, que mais uma vez foi muito bem explorado o personagem, além de contar com uma maquiagem tão sinistra quanto á das outras cenas.
A única coisa que me incomodou ao ver o filme foi o excesso de fundo musical, a trilha sonora em si é perfeita para a temática do filme, porém me incomodaram as repetições musicais no decorrer das cenas.
O filme é a prova de que tem personagens populares do qual podemos explorar, ao invés de ficar sendo baba-ovo das criações mainstream do modelo americano de cinema. Reza a lenda que o filme tem distribuição no Japão!
Confira o trailer do filme:
 
Blogger Templates